sexta-feira, 30 de outubro de 2009

ANTÓNIO MOTA MARCA PRESENÇA NA SEMANA DA BIBLIOTECA DA ANCORENSIS


António Mota visitou a Ancorensis, inserido no programa da Semana da Biblioteca a decorrer de 26 a 30 do presente mês.
António Mota publicou o seu primeiro livro em 1979: «A Aldeia das Flores» e desde aí nunca mais parou tendo já sido agraciado com diversos prémios.
Com o intuito de dar oportunidade aos jovens de conviverem com um dos seus escritores preferidos, a Ancorensis lançou o convite a António Mota para uma conversa informal com os seus admiradores..
Com um bom humor característico e uma empatia muito grande com o público, António Mota deu a conhecer alguns dos seus títulos, tendo transmitido através de palavras leves e emotivas a força e a intenção dos seus livros.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

NATAÇÃO ANCORENSIS CONSOLIDA PROJECTO


epois de três épocas em que os mais jovens nadadores foram fazendo a sua formação e a equipa de desporto escolar foi conquistando o seu lugar no panorama nacional e internacional – a foto mostra a selecção nacional portuguesa que participou nos jogos da FISEC com mais onze países, que teve a Ancorensis com uma representação excelente: treinador responsável pela equipa masculina: Prof. José Carlos Leal; árbitro internacional: Alexandra Fonseca; nadadoras: Francisca Verde e Ana Luísa Soeiro .
Na presente época a equipa deu um grande salto, com a formação das categorias Junior e Senior. Ao contrário de outros anos, desta vez foi a Ancorensis a acolher atletas de outros clubes, que confiaram no projecto que lhes foi apresentado.
A nova piscina do Concelho de Caminha a ser inaugurada ainda este ano em Vila Praia de Âncora, será concerteza, com a autarquia a fazer a sua parte, a rampa de lançamento para que a natação caminhense venha a ser uma referência a nível nacional tal como já o é o remo.
A época já se iniciou no fim de semana passado com a realização em Braga do Campeonato de Abertura de Absolutos e contou com os novos nadadores, orientados pelos técnicos, Prof. José Carlos Leal e Prof. Vitoriano.
Tal como na época passada, a Serralharia Ribeiro, sediada em Braga e propriedade de um cidadão ancorense, vai continuar a patrocinar o clube, que se passará a chamar Clube Desportivo Ancorensis – Serralharia Ribeiro.

6 PÓDIOS PARA A NATAÇÃO ANCORENSIS NO TORNEIO DE ABERTURA DE INVERNO DE ABSOLUTOS

Realizou-se na Piscina Municipal de Braga o Torneio de Abertura de Inverno de Absolutos, em que competiram atletas dos escalões juvenil, júnior e sénior, sem distinção de categorias na classificação geral.
O Clube Desportivo Ancorensis – Serralharia Ribeiro (é esta a designação oficial da equipa na presente época) participou pela primeira vez nesta prova, uma vez que até agora apenas tinha tido nadadores dos escalões de formação.
O desempenho dos nadadores ancorensis foi muito positivo para início de época, perspectivando-se um grupo coeso, com vontade de vencer e de alcançar objectivos ambiciosos mas possíveis: vitórias em provas regionais, tac’s para os nacionais, bom desempenho nos nacionais individuais, luta pelo pódio no nacional de equipas da 4ª divisão, subida à 3ª e espreita do título nacional.
Os treinadores, Prof. José Carlos Leal e Prof. Vitoriano, dois jovens mas com um currículo já assinalável na natação, têm matéria prima para moldar, de modo a que os atletas mais velhos possam ser exemplo a seguir pelos mais novos, onde também há valor para confirmar na presente época.

RESULTADOS
MASCULINOS
200 m livres: 1º Filipe Malheiro (Braga) 1.57.98 - 2º Luís Silva (Braga) 1.58.66 – 3º Pedro Maganinho (Braga) 2.01.07 – 4º Carlos Serra (Braga) 2.01.91 – 5º Nuno Malheiro (Braga) 2.02.40 – 15º Rui Freixo (ANCORENSIS) 2.06.14 – 21º César Silva (ANCORENSIS) 2.09.77 – 27º Venâncio Ferreira (ANCORENSIS) 2.13.14 – 29º José Ribeiro (ANCORENSIS) 2.13.91 – 36º André Sousa (ANCORENSIS) 2.21.20 – 46 participantes.
200 m costas: 1º Ricardo Rego (Braga) 2.12.26 – 2º Edgar Ribeiro (Braga) 2.14.07 – 3º Rui Freixo (ANCORENSIS) 2.14.84 – 4º Renato Pinheiro (EDViana) 2.16.73 – 5º Carlos Sotelo (ANCORENSIS) 2.16.96 – 21º José Ribeiro (ANCORENSIS) 2.31.72 – 24º Venâncio Ferreira (ANCORENSIS) 2.33.16 – 37º André Sousa (ANCORENSIS) 2.46.74 – 45 participantes.
200 m bruços: 1º Ricardo Rego (Braga) 2.28.19 – 2º Hugo Silva (Braga) 2.28.85 – 3º Carlos Sotelo (ANCORENSIS) 2.32.40 – 4º Pedro Maganinho (Braga) – 2.33.76 – 5º Renato Pinheiro (EDViana) 2.38.96 – 21º César Silva (ANCORENSIS) 2.55.08 – 36 participantes.
400 m livres: 1º Pedro Maganinho (Braga) 4.12.42 – 2º Ricardo Machado (Braga) 4.12.45 – 3º Carlos Serra (Braga) 4.15.95 – 4º Duarte Pires (EDLimiana) 4.17.31 – 5º Daniel Pereira (Braga) 4.20.10 – 6º Rui Freixo (ANCORENSIS) 4.24.32 – 14º Venâncio Ferreira (ANCORENSIS) 4.29.43 – 17º Carlos Sotelo (ANCORENSIS) 4.31.28 – 29º José Ribeiro (ANCORENSIS) 4.48.68 – 38º André Sousa (ANCORENSIS) 5.04.88 – 51 participantes.
200 m estilos: 1º Ricardo Rego (Braga) 2.14.82 – 2º Carlos Sotelo (ANCORENSIS) 2.16.19 – 3º Rui Freixo (ANCORENSIS) 2.16.28 – 4º Carlos Serra (Braga) 2.19.08 – 5º Rafael Ribas (EDViana) 2.19.32 – 11º Venâncio Ferreira (ANCORENSIS) 2.24.37 – 18º José Ribeiro (ANCORENSIS) 2.29.68 – 27º César Silva (ANCORENSIS) 2.33.63 – 36º André Sousa (ANCORENSIS) 2.42.55 – 52 participantes.
200 m mariposa: 1º Duarte Pires (EDLimiana) 2.18.83 – 2º Renato Pinheiro (EDViana) 2 .21.97 – 3º João Rodrigues (Braga) 2.23.44 – 4º César Silva (ANCORENSIS) 2.25.61 – 5º Ricardo Sampaio (EDViana) 2.26.11 – 16 participantes.
FEMININOS
400 m livres: 1ª Ana Fernandes (Braga) 2.35.86 – 2ª Marisa Lages (Viana Natação) 4.43.09 – 3ª Cátia Moura (ANCORENSIS) 4.45.47 – 4ª Berta Ramos (Viana Natação) 4.49.16 – 5ª Inês Costa (Braga) 4.52.88 – 7ª Ana Teixeira (ANCORENSIS) 4.55.74 – 21ª Ana Filipa Gonçalves (ANCORENSIS) 5.11.55 – 27ª Ana Coutinho (ANCORENSIS) 5.17.63 – 29ª Rita Sequeira (ANCORENSIS) 5.18.81 – 33ª Francisca Verde (ANCORENSIS) 5.23.65 – 52 participantes.

Caminhada do Outono na Ancorensis


A Ancorensis promoveu no dia 17 de Outubro a Caminhada do Outono com a presença de um grande número de participantes. Entre alunos, professores e funcionários, a Escola mobilizou-se com empenho e determinação, aproveitando o tempo fantástico que fez sentir.
 A Caminhada do Outono teve uma grande participação de alunos Cabo-Verdianos que este ano estão matriculados na Ancorensis. No âmbito do Programa Operacional do Potencial Humano,  acordado entre a União Europeia e os Governos Nacionais dos respectivos países, Portugal acolhe uma grande comunidade de alunos de Cabo Verde. À Ancorensis chegou um grupo de significativo de alunos deste país lusófono para frequentar vários cursos profissionais. Estes jovens começaram já a integrar a vida escolar, participando de forma alegre e bem disposta em todas as actividades promovidas. A postura muito educada e altamente responsável destes jovens estudantes é um dos seus grandes atributos. Ari – um dos estudantes cabo-verdianos – dizia-nos durante a Caminhada que, “temos sido muito bem recebidos por todos na escola e na Vila que nos acolheu. Aos poucos, vamo-nos adaptando ao dia-a-dia escolar e aos hábitos dos portugueses. A experiência está a ser fantástica!”

Ancorensis recebe Alberto Santos, escritor de “A escrava de Córdova”


A Ancorensis no âmbito da Semana da Biblioteca, a decorrer de 26 a 30 de Outubro de 2009, recebeu o escritor Alberto Santos, que escreveu “ A escrava de Córdova”.
A convivência entre muçulmanos, cristão e judeus, propondo a ideia de um Deus único que se manifesta culturalmente de formas diferentes é o tema desenvolvido por Alberto Santos, presidente da Câmara Municipal de Penafiel, no seu primeiro romance histórico.
Numa conversa informal com os alunos e professores da Ancorensis, o escritor deu algumas noções sobre a origem deste livro, que remeteu ao seu gosto pela história, em particular pela história da península ibérica. "A Escrava de Córdova" dá a conhecer, como o próprio referiu "o ângulo mais brilhante, mas também o mais duro e cruel, da civilização muçulmana do al-Andalus"
Editado pela Porto Editora, o livro dá "uma explicação rigorosa para a mistura cultural e civilizacional celto-muçulmana dos actuais povos peninsulares, mas também uma profunda lição sobre as origens, fundamentos e consequências da conflituosidade étnico-religiosa do distante ano 1000.
"Ler este romance fez-me lembrar Amin Maalouf e O Périplo de Baldassare. Aqui vemos o mesmo gosto pelo detalhe e pelo pitoresco, num livro escrito com tanta alma que nos faz desejar ler sempre a próxima página", escreve José Rodrigues dos Santos acerca de “ A escrava de Córdova”.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Carlos Vaz lança o Livro “ O Estrangulador de Bonecos de Neve”


“A escrita de Carlos Vaz desperta-nos do sono onde a raiz do sonho se liberta, na sua mansão de sendas puras e se revela em indómitos fulgores, depurados dos escolhos do banal e do supérfluo.”
Maria do Sameiro Barroso


No passado dia 16 de Outubro, o escritor e professor Calos Vaz fez o lançamento do livro O estrangulador de bonecos de Neve. A apresentação decorreu no auditório da Biblioteca Municipal e contou , na mesa, com a presença do Vereador da Câmara Municipal de Caminha Paulo Pereira e do editor da Labirinto João Artur Pinto.
O Estrangulador de Bonecos de Neve é a primeira das cinco obras, cuja colecção tem o singular nome de “Curtas”. Segundo João Artur Pinto, esta obra vem desmistificar a linha hermética do escritor, marcando uma mudança na linha literária.
O editor da prestigiada editora Labirinto referiu, a título de homenagem, que os anos de escrita do Carlos Vaz coincidem com a fase de crescimento da editora, sendo ele um dos principais impulsionadores.
Carlos Vaz salientou que este livro é um ponto de mudança na sua literatura. Estes microcontos tem um árduo trabalho por trás. O autor propõe-se fazer cinco volumes, de microcontos, pequenas histórias, uma por página, que podem bem funcionar a jeito de pequenas parábolas dos nossos dias.
Nós, enquanto família Ancorensis, desejamos que este livro se torne em mais um sucesso na sua prestigiosa carreira.

domingo, 18 de outubro de 2009

sábado, 17 de outubro de 2009

Dia da Alimentação - JI de Riba de Âncora

16 de Outubro

Para comemorar o Dia da Alimentação, fizemos uma sopa colorida.
Foi muito divertido vermos os legumes de diferentes cores depois de cozidos.
Afinal a sopa, também é boa sem passar, apenas temos que os legumes mastigar.



video

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Celebração da Semana da Alimentação

















A Biblioteca da Escola EB1/JI de Caminha, em conjunto com os docentes do pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico, celebrou a Semana da Alimentação, que decorreu entre doze e dezasseis de Outubro, com várias actividades:
· Construção da Roda dos Alimentos com recortes de folhetos
· Pintura/recorte e montagem da Roda dos Alimentos
· Exploração do significado da constituição da Roda dos Alimentos
· Elaboração de uma ementa saudável
· Registo das regras de higiene alimentar
· Leitura e dramatização da história “ O Tomás Não Cabe Nas Calças”
· Leitura e recitação do poema “Boa Alimentação”
· Projecção e comentário da obra “ O Caldo de Pedra”
· Confecção de uma Salada de Fruta (com frutos oferecidos pelos encarregados de educação)
· Palestra sobre “Alimentação Saudável”
A última actividade esteve a cargo da professora nutricionista Filomena Cruz, docente da Escola EB2,3/S de Caminha, que se disponibilizou para se deslocar a todos os estabelecimentos de ensino do Agrupamento fora do horário de trabalho, pelo que a mesma se prolongará pelo mês de Novembro.
A professora bibliotecária
Maria Eduarda Santos Silva

EB1 DE VENADE-SEMANA DA ALIMENTAÇÃO-VISITA AO CISA EM ARGA DE BAIXO

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Outono - JI de Riba de Âncora

Com a chegada do Outono passeamos entre os campos e as folhas coloridas. Participamos nas vindimas e desfolhadas. Foi uma experiência muito rica, pois aprendemos muitas coisas, ligadas à agricultura. Também observamos um lagar que tinha uma esmagadora de uvas, a prensa e a cuba onde se guarda o vinho antes de engarrafar.


video

A Biblioteca Escolar da Ancorensis Cooperativa de Ensino comemorou em grande o Dia Mundial da Música



No dia 1 de Outubro comemorou-se o Dia Mundial da Música. Este dia foi instituído em 1975 por uma organização chamada Music Council, com o patrocínio da Unesco. O objectivo primordial deste dia é o de promover os valores da paz e da amizade através da música. A Biblioteca escolar não podia deixar passar em branco um dia com tão relevante importância.
A música, como arte dos sons, ritmos e harmonias ajuda na sua plenitude a enriquecer a personalidade e a glorificar a alma. Através de algumas músicas, os povos fortalecem-se e engrandecem o seu orgulho patriótico, social e humano, como por exemplo através do Hino Nacional.
Na Ancorensis, ao longo de todo o dia, mais especificamente durante os intervalos, os alunos puderam apreciar músicas colocadas estrategicamente em vários locais da escola. Outros foram, que fazendo-se acompanhar dos seus instrumentos deram provas do seu valor musical e de que valores como o companheirismo podem ser assim estimulados. Vários professores, com conhecimentos musicais, também trouxeram até à biblioteca as suas guitarras e os alunos puderam saborear os acordes promovendo um ambiente alegre e cultural.
A Associação de estudantes, juntou-se à Biblioteca Escolar e colocou no bar uma aparelhagem, tendo podido os alunos usufruir de audição de discos a pedido.
A música transmite-nos harmonia, mas também sabedoria. Muitas são as canções que tem uma mensagem implícita importante . É preciso saber ouvir, saber apreciar e degustar os sons. Isso faz-nos crescer enquanto seres humanos. Foi com base neste lema que a Biblioteca Escolar comemorou assim mais um Dia Mundial da Música.

Desporto Escolar em alta na Ancorensis


A Ancorensis – Cooperativa de Ensino arrancou este ano lectivo com o projecto mais ambicioso de Desporto Escolar e Federado de sempre.
Com uma comunidade escolar em grande crescimento, a escola oferece um conjunto de modalidades desportivas muito abrangentes e para todas faixas etárias.
Assim, Carlos Cunha - o coordenador do desporto escolar, refere que “a escola teve que acompanhar as novas procuras dos alunos em matéria desportiva e de potencializar alguns recursos existentes na comunidade. A aposta no Surf & Bodyboard, no Remo bem como na Orientação serão grandes aliciantes e vão reforçar a ligação ao meio envolvente. O objectivo para este ano lectivo será o aumento significativo de alunos em actividades do desporto escolar, ultrapassando a fasquia dos 60%. A criação de parcerias com as instituições locais para o exercício destas actividades vai permitir um excelente trabalho de complementaridade entre a escola e a comunidade. O Andebol continua a ser uma das grandes modalidades desportivas da escola com equipas dos diversos escalões. Na Ginástica, a escola mantém as actividades gímnicas de formação, acrobática, ginástica de grupo, actividades rítmicas expressivas; o Basquetebol irá ressurgir este ano lectivo e o Voleibol continuará o seu projecto com enormes tradições na escola. A Natação irá ter um ano especial com a nova piscina municipal em Vila Praia de Âncora. A equipa de Natação promete títulos nas grandes competições escolares e federadas.
A Escola deseja a todos os atletas e professores – treinadores um bom ano desportivo cheio de alegrias e muitas conquistas.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Um por todos todos pelo ambiente - EB1/JI Riba de Âncora

O Bartolomeu Eco- Mosqueteiro veio até à nossa escola, contar-nos uma linda história. Alertou-nos para os comportamentos que devemos ter para proteger o ambiente.
Ficamos muito felizes, pois o Bartolomeu foi connosco para casa e os nossos pais também puderam conhecer esta linda história.

video